Pilates e/ou RPG? Qual o melhor tratamento?

Fisiatria

O RPG (Reeducação Postural Global) é uma técnica aplicada por fisioterapeutas, de modo individualizado,  que trata os desequilíbrios  do corpo humano com trabalho muscular  e respiratório global. Além disso, esta técnica auxilia a melhora da consciência corporal.

Esta técnica foi criada por um fisioterapeuta francês Philippe Souchard, seguindo os princípios de:
- Individualidade: Cada ser humano é único e reage de forma diferente;
- Casualidade: A verdadeira causa do problema pode estar distante do sintoma (causa/conseqüência)
- Globalidade: Deve-se tratar o corpo como um todo, buscando identificar as responsabilidades das retrações musculares nas patologias músculo-esqueléticas.

É  um método terapêutico manual que se aplica a todas as patologias que requerem fisioterapia:
- Problemas morfológicos
- Problemas posturais
- Lesões Articulares
- Patologias Reumáticas
- Seqüelas Neurológicas Espasticas
- Problemas Traumáticos
- Doenças Respiratórias

Um dos diferenciais da RPG é a revalorização da função estática dos músculos. Solicitados em permanência, estes podem encurtar-se e perder sua flexibilidade, freando os movimentos e deformando o corpo. Assim, um dos princípios do método é identificar e alongar os músculos responsáveis pela alteração postural.

Por sua eficácia e abrangência vem ganhando notabilidade no meio cientifico o que colabora para sua consolidação.

O tratamento é feito em consultas de 1 hora ou mais, em geral uma vez por semana, podendo ser necessário, em alguns casos, acelerar para duas vezes por semana (nas escolioses graves, dores em situações agudas, pessoas frágeis, enfim, adaptações). Dependendo do problema, pode ser necessária apenas uma sessão (no caso de uma lesão recente) ou muitas (numa escoliose infantil, que terá que ser “vigiada de perto” e acompanhada durante todo o crescimento). A duração do tratamento também varia muito, pois depende do que há a corrigir. Mas logo na primeira consulta, quando se faz a primeira avaliação, pode-se ter uma primeira previsão do tempo que será necessário, podendo ser praticados para prevenção e manutenção através das Auto Posturas.

*Fonte: http://www.sbrpg.com.br

Fisiatria

O método Pilates  foi criado em princípios do século XX pelo alemão Joseph H. Pilates, que se dedicou a investigar inúmeras metodologias para criar seu próprio estilo, que une os princípios de Rolfing, Polestar, Feldenkrais, Power Yoga, Isso Stretching, Fisioball, Gyrokinesis e outros meios de resgate da consciência do corpo e de domínio do sistema motor.

Pilates desenvolveu esta técnica visando devolver ao organismo humano a destreza, o vigor e a harmonia perdidos na rotina acelerada do mundo moderno. Para ele este ritmo frenético, a posição errada do corpo, e a respiração ineficaz, produzem as enfermidades típicas dos nossos tempos. O objetivo desta disciplina é fortalecer os músculos, conferir-lhes a agilidade necessária, enfim, realizar uma profunda transformação que se inicia dentro do corpo e transborda para o seu exterior, proporcionando-lhe beleza, saúde, equilíbrio e delicadeza de expressão.

Os exercícios, que não devem se repetir, pois é imprescindível focar na qualidade deles e não na quantidade, têm como meta robustecer os músculos enfraquecidos, alongar os que estão mais curtos, e ampliar os movimentos das articulações. Os professores formam pequenos grupos, o que lhes permite uma maior dedicação às necessidades de cada aluno. Nas aulas os aprendizes devem realizar deslocamentos fluentes, sem velocidade, com muita calma e perfeito domínio, para se prevenir qualquer estresse. Em pouco tempo é possível perceber nos adeptos do Pilates uma postura global bem melhor.

A suavidade, a concentração, a meditação, os exercícios respiratórios, as aulas inovadoras, que evitam cair nas armadilhas da rotina, a utilização de aparelhos para Pilates, que não exigem muito do organismo, as respostas instantâneas do corpo a este método, a conquista de uma postura mais saudável, enfim, todas as vantagens desta metodologia, possibilitam a qualquer indivíduo, de 12 a 100 anos, exercitar o Pilates.

Esta técnica inclui cerca de 500 exercícios, os quais alongam e fortalecem a musculatura, condicionam o organismo, melhoram a respiração e desenvolvem o poder da concentração, uma vez que muitos de seus movimentos são inspirados pelo Hatha Yoga, pelas técnicas de meditação e por métodos gregos e romanos. O Pilates promove, assim, a melhora da capacidade física e mental; um maior domínio do organismo; ameniza a rigidez muscular, o stress e dores de natureza crônica; excita a circulação do sangue e a sua oxigenação; revigora os órgãos do corpo; entre outros benefícios.

*Fonte: http://www.infoescola.com

PARA SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO OU ESCLARECER SUAS DÚVIDAS, MANDE UM E-MAIL: neurocranioecoluna@yahoo.com.br

SAIBA MAIS CONSULTANDO TAMBÉM: http://dorcronicaeagora.blogspot.com.br