Cefaléia

Cefaléia

ENXAQUECA E CEFALÉIA TENSIONAL

ENXAQUECA E CEFALÉIA TENSIONAL
TRATAMENTO DE CEFALÉIA


Como é o tratamento de ataque ou abortivo?

  • repouso em local escuro, relaxamento - com isto muitas crises são abortadas logo no inicio
  • analgésicos (dipirona - paracetamol),  anti-inflamatório (naproxeno - ibuprofeno)
  • triptanos (sumatriptano) - provoca seletivamente a constrição arterial dos vasos da carótida sem alterar o fluxo sanguíneo cerebral


ENXAQUECA

ENXAQUECA


A circulação arterial carótidea leva o sangue aos tecidos extra e intracranianos como as meninges. A enxaqueca pode originar-se da vasodilatação das artérias cerebrais.


Como é o tratamento profilático ou preventivo?

  • Existem algumas situações em que é necessário um tratamento diário-prolongado (6 a 12 meses) no sentido de evitar crises. Vários medicamentos podem ser utilizados de acordo com avaliação médica


Como é feito o controle dos fatores predisponentes e desencadeantes?

  • Realizar uma atividade física regular
  • Fazer o controle adequado do peso e postura  
  • Procurar dormir adequada e regularmente, evitando dormir pouco ou demais, ou seja, estender o sono além do horário usual de acordar
  • Fazer as refeições em horários regulares e eliminar os alimentos identificados como desencadeantes das crises; reduzir a ingestão de café, chá e álcool
  • Evitar fadiga excessiva: distribuir adequadamente a carga de tarefas, evitando acúmulo, seja no trabalho, seja em casa (evitar o estresse de levar trabalho para casa)
  • Controlar doenças que pode predispor os sintomas –  hipertensão pode ser um fator facilitador das crises de enxaqueca
  • Evitar o uso de analgésicos sem supervisão médica e avaliar a possibilidade de medicamentos estarem facilitando as crises (anticoncepcionais)

CEFALÉIA
CEFALÉIA


Sinusite é uma inflamação de vias respiratórias superiores conhecidas como seios paranasais geralmente associada a um processo infeccioso por vírus, bactéria ou fungo mas que também pode estar associado a uma alergia ou a inalação de poluentes.

SINUSITE
SINUSITE


Os seios paranasais são formados por um grupo de cavidades aeradas que se abrem dentro do nariz e se desenvolvem nos ossos da face. Sua frequência varia entre 1 e 15% das crianças e 1 e 40% dos adolescentes dependendo da região do mundo, sendo mais comum em regiões frias e com grandes variações climáticas.

A sinusite costuma manifestar-se com cefaléia, rinorréia, obstrução nasal e febre (entre outros sinais e sintomas):

  • Seios frontais: dor em regiões frontal e periorbitária
  • Seios etmoidais: dor em canto interno da órbita e região periorbitária
  • Seios maxilares: dor em região geniana e arcadas dentárias superiores
  • Seios esfenoidais: dor em regiões frontal, occipital e centro da cabeça.

Está fortemente associada a outras infecções das vias superiores como rinite, asma, bronquite, amigdalite e faringite.

PARA SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO OU ESCLARECER SUAS DÚVIDAS, MANDE UM E-MAIL: neurocranioecoluna@yahoo.com.br