Ombro doloroso

DOR NO OMBRO: ARTICULAR

Ombro normal
OMBRO NORMAL


A dor musculoesquelética em região de ombro - Síndrome do Ombro Doloroso - é uma queixa comum e acomete inúmeras estruturas (articulações, tendões, músculos, bursas e ligamentos).

Geralmente decorre de lesões por movimentos repetitivos e do processo crônico degenerativo.

O processo degenerativo nesta articulação pode levar a um quadro denominado Síndrome do Impacto. Neste quadro a elevação do braço reduz o espaço entre a cabeça do úmero e o arco coracoacromial, pressionando (por impacto) as estruturas presentes neste espaço subacromial (bursa, tendões da bainha, tendão do bíceps).

Bursite é a inflamação da bursa, pequena bolsa contendo líquido que envolve as articulações e funciona como amortecedor entre ossos, tendões e tecidos musculares.

Bursite
BURSITE


Esta sobrecarga mecânica pode inclusive levar à tendinose e ruptura dos tendões do Manguito Rotador (principalmente tendão do músculo supra-espinhoso).

Ombro doloroso


Em alguns casos o Ombro Doloroso pode evoluir  para um quadro de TENDINOPATIA CALCÁREA (depósito de cálcio nos tendões) e até mesmo um quadro extremamente limitante: OMBRO CONGELADO (também conhecido como CAPSULITE ADESIVA).

TENDINOPATIA CÁLCAREA
TENDINOPATIA CÁLCAREA

 

    OMBRO CONGELADO

OMBRO CONGELADO


Esta síndrome torna-se muito incapacitante por limitar movimentos básicos da vida diária que envolvem o ato de erguer e abaixar os braços - colocar sutiã, vestir casaco, colocar o cinto do carro, pegar objetos, segurar-se no corrimão do metrô ou ônibus.

TRATAMENTO ESPECÍFICO MINIMAMENTE INVASIVO

  • Bloqueio de nervo periférico supraescapular e paraespinhoso
  • Infiltração extra-articular (subacromial)
  • Infiltração intra-articular de ombro
  • Inativação pontos - gatilho miofasciais comprometidos

PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS DE REABILITAÇÃO MINIMAMENTE INVASIVOS

PROCEDIMENTOS TERAPÊUTICOS DE REABILITAÇÃO MINIMAMENTE INVASIVOS


DOR NO OMBRO: MIOFASCIAL

 Ombro dorososo

PARA SABER MAIS SOBRE O ASSUNTO OU ESCLARECER SUAS DÚVIDAS, MANDE UM E-MAIL: neurocranioecoluna@yahoo.com.br

SAIBA MAIS CONSULTANDO TAMBÉM: http://dorcronicaeagora.blogspot.com.br